sábado, 12 de setembro de 2015

Um bebê para amar - Susan Kearney

"Ela não conseguia se lembrar...
Chelsea Connors acordou em uma cama de hospital, com um belo médico na cabeceira e nenhuma lembrança. Mas, enquanto seu cérebro estava vazio, seus braços estavam cheios... com um bebê inquieto que lhe disseram ser seu.
Ele não conseguia esquecer...
O Dr. Jeffrey Kendall havia jurado solenemente que manteria distância profissional de seus pacientes. Mas não conseguia se afastar dessa nova mamãe. Chelsea conquistara seu coração, e ele faria qualquer coisa para protegê-la e o bebê que ela nem ao menos conhecia". (Skoob)



Essa estória é Linda! Linda! Não tem aquela melação, sabe, mas muito mistério e romance. O bebê é um anjinho aventureiro que sorri, divertido, nos momentos mais inusitados! O médico e a mocinha são uns amores, ambos corajosos e inteligentes. Enquanto eles se apaixonam perdidamente, um assassino (a) executa seus planos...

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Cinder - Série As crônicas lunares - Marissa Meyer

Nessa estória, a escritora Meyer viaja no mundo da imaginação e nos apresenta uma Cinderela, parte humana e parte mecânica! Que imaginação fértil. Amei essa adaptação do conto e ainda pretendo ler os outros livros da série.


"Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica. Primeiro volume da série As Crônicas Lunares, Cinder une elementos clássicos e ação eletrizante, num universo futurístico primorosamente construído". (Skoob)

Continuação...


CINDERELA POP - Paula Pimenta

Descobri mais uma escritora brasileira que mostrou o seu talento! Li Cinderela Pop e fiquei com gostinho de "quero mais".

Como sou louca por estórias adaptadas de Cinderela, aceito outras indicações ;)


"Nesta versão estendida do super conto de Paula Pimenta no Livro das Princesas, Cinderela é reinventada. Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música! Mas a garota vê seu cotidiano virar de cabeça para baixo depois da separação dos pais: vai morar com a tia, se afasta do pai e, principalmente, deixa de acreditar no amor. Até que um encontro inesperado e revelador a faz rever as próprias escolhas – havia mesmo um belo príncipe em sua história, e tudo que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!". (Skoob)

sábado, 5 de setembro de 2015

Coração ferino - Deborah Simmons


"Coração ferino - Seu coração é amargurado, e ele não confia em ninguém".

"Trovoadas retumbavam e relâmpagos cortavam o céu quando a srta. Sydony Marchant chegou a sua nova e imponente mansão. Além de ser linda e inteligente, ela não se deixaria intimidar com facilidade pelo aspecto sombrio do lugar.

Entretanto, se a casa não a assustara, a chegada do visconde Hawthorne certamente o faria. No lugar do menino que ela outrora havia beijado, estava Bartholomew, um homem com um brilho implacável no olhar.

Ele estava ali para revelar uma verdade, e arruinar Sydony. Mas logo se viram rodeados por segredos mais sinistros do que poderiam imaginar. E, à medida que a tensão entre os dois ia se intensificava, a lembrança daquele beijo inocente passou a não ser mais o suficiente..." (Skoob)

Costumo não gostar dos romances de Harlequin, porque normalmente focam mais no romance erótico que em estórias curiosas e misteriosas. Mas "Coração Ferino" coloquei na lista dos meus favoritos! Fiquei tão curiosa com o mistério da mansão que não larguei o livro, enquanto não terminava de ler as últimas palavras. Mas entendo que cada um tem o seu gosto e o meu são livros com estórias curiosas e romance leve, nada muito meloso. Ainda sim, vibrei com os beijos surpreendentes do mocinho. 
Por vezes senti vontade de desferir uns tapas em Sydony por tamanha desconfiança, mas é compreensivo, visto que ela não estava por dentro dos pensamentos do mocinho como nós leitores. Por sua vez, Barto me lembrou Darcy de Orgulho e Preconceito, visto que era fechado e desprezava as adulações daqueles que se interessavam por ele devido ao seu título de visconde. Até chegou a desconfiar, a princípio, que Sydony poderia ser um deles. Mas logo ela mostrou à ele sua personalidade empertigada e corajosa. Além disso, gostei de conhecer um pouco sobre os druidas, ou supostos druidas, quem sabe... ;). Não é um tema que já li em outros romances. Agora estou curiosa para saber se há alguma estória sobre Kit, irmão de Sydnoy.

sábado, 8 de agosto de 2015

Amor de redenção - Francine Rivers




"Amor de redenção" foi a estória MAIS linda que já li... <3>
Meu desejo é comprar vários exemplares desse livro e presentear meus amigos, familiares  e conhecidos.  
A escritora Francine Rivers tem um talento e inspiração invejável! Ela conseguiu demonstrar na estória o VERDADEIRO amor. 

Fiquem, então, com uma pequena sinopse, e o restante da estória vocês podem conhecer lendo o livro. Costumo ler ebooks, mas nesse caso vale a pena adquirir um exemplar impresso!


"Nesta versão da história bíblica de Oseias, Francine Rivers conta o romance entre uma prostituta e o honesto e gentil agricultor que se casa com ela. 'Amor de redenção' começa com a Corrida do Ouro de 1850 e sua atmosfera de dura competitividade e ganância. Angel, vendida como prostituta quando criança, aprendeu a desconfiar de todos os homens, que a veem apenas como uma forma de satisfazer seus desejos. Quando o virtuoso Michael Hosea recebe de Deus a ordem de se casar com Angel, ele obedece, apesar de seus receios". (Skoob)




sábado, 11 de julho de 2015


"A verdadeira beleza, do tipo que não se desvanece ao lavar, leva tempo. É preciso pressão. É preciso resistência incrível. É um gotejamento lento, que faz a estalactite, o tremor da Terra que cria as montanhas, o constante bater das ondas que quebra as pedras e suaviza as arestas. E da violência, do furor, da fúria dos ventos, do rugido das águas, que surge algo melhor, algo que de outra forma nunca existiria. E então nós suportamos. Temos fé de que há um propósito. Esperamos pelas coisas que não podemos ver. Acreditamos que há lições na perda, poder no amor, e que temos dentro de nós o potencial de uma beleza tão magnífica que o nosso corpo não pode contê-la" - Livro Beleza Perdida.

Beleza perdida - Amy Harmon


"Beleza Perdida - Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar.

Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.

Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós". (Skoob)

******
Essa estória é linda! Perfeita! 
Amy já entrou na lista das minhas escritoras favoritas.
Não estou a fim de escrever hoje, mas super indico este livro. ;)
Boa leitura.
B.M.


segunda-feira, 18 de maio de 2015

Livros de Barbara Cartland



Boa tarde leitor!!!

Observando a foto acima já podes perceber que a dama Barbara Cartland possui um ar de realeza....

Pois, então, as estórias da escritora costumam possuir esse clima de nobreza, ambientada na época dos condes, reis, rainhas, princesas, plebeias , etc.

Digo que os livros da autora são ótimos para ler durante a correria da semana, a fim de aliviar o stress, já que são estórias curtas, envolventes, leves e gostosas de ler.

É bem provável que tal leitura não agrade o público dominante da atualidade, que estão empolgados com enredos quentes ou fervendo, como cinquenta tons de cinzas, por exemplo.

Entretanto, a escritora demonstra a diferença entre a luxuria e o amor, e nos leva a viajar um pouco neste mundo de contos de fadas.

Minha única crítica é que Barbara se empolga no final e  voa para o extremo romantismo, onde os personagens fazem declarações tão doces que até me provoca risos. 

Apesar disso, já me tornei fã da escritora, que consegue cativar no leitor um carinho pelos personagens.

Ha! Como gostaria de ter uma coleção de luxo dela... Mas, imagine possuir mais de 820 romances! :x

Entre os poucos livros da escritora que li, escolhi como preferidos o rol abaixo (sem ordem de preferência). 
Fica a dica. ;)

01. A Princesa Rebelde
02. A Espiã de Staverly
03. Uma Incrível Lua-de-Mel
04. Um Beijo ao Amanhecer
05. Gata Selvagem
06. Castigo real
07. Baile de Máscaras
08. A face secreta do amor
09. A Dama de Negro
10. A Dama de Companhia
11. Uma Esposa Para o Rei

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Escravas de coragem - Kathleen Grissom

A bela tarde fresca, tranquila e chuvosa foi propícia para conhecer com fascínio e curiosidade, a estória de uma família guerreira que viveu na época da escravidão, no ano de 1791.

A escritora Grissom descreveu com tantos detalhes e vitalidade, o cotidiano dos escravos e da família Pyke, que pude sentir a realidade e vivenciar os fatos.
Sei que os personagens são fictícios e fazem parte de uma estória, entretanto houve muitas semelhantes à essa na época da escravidão, infelizmente.

A trama inicia quando uma menina branca é comprada pelo Sr. Pyke para servir em sua fazenda. Lavínia é criada pelos escravos do fazendeiro com todo amor, inclusive por Belle, uma mulata que despertava a ira de sua Senhora e o carinho do Sr. Pyke. 

Há um segredo que provocou grandes tragédias.
Há o amor que revigorou e uniu forças.

Por momentos, senti vontade de matar o personagem Marshall, filho do Sr. Pyke, confesso. No entanto é impossível condenar qualquer personagem, quando você percebe que eles se enrolaram nos desfortúnios da vida e refletem o que vivenciaram  e sofreram.
Por outro lado, sou tentada a pensar que, embora os personagens escravos tiveram cicatrizes mais profundas, não deixaram o ódio transfigurar a personalidade.
Na dúvida, entendo que todos os personagens foram vítimas, só que uns foram fracos e outros fortes.

Ha! Não pense que só existe tristeza nas páginas desse livro, ou ebook. A história é real, linda e surpreende o leitor. Vale a pena ler. Inclusive posso fornecer o livro em formato digital, mas não esqueça de comentar conosco sua experiência de viajem, após a leitura e comprar, assim que possível, um exemplar para presentear alguém ou ler futuramente. A escritora merece ver seu esforço reconhecido. ;)

Mais informações> Sinopse do Skoob.

Boa leitura!
Bjx