domingo, 31 de agosto de 2014

Não foi algo muito longo, e também não foi o tipo de beijo que vemos nos cinemas hoje em dia, mas foi maravilhoso à sua própria maneira. E tudo de que eu me lembro foi que, naquele momento, quando nossos lábios se tocaram pela primeira vez, eu sabia que a lembrança duraria para sempre (Um amor para recordar)


No filme baseado na história de Nicolas, não puderam deixar de utilizar o "tipo beijo de cinema" na interpretação do primeiro beijo. Mas a cena (ver), não deixou de ser linda. ;)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comentem a vontade leitores! ;)