domingo, 31 de agosto de 2014

Não foi algo muito longo, e também não foi o tipo de beijo que vemos nos cinemas hoje em dia, mas foi maravilhoso à sua própria maneira. E tudo de que eu me lembro foi que, naquele momento, quando nossos lábios se tocaram pela primeira vez, eu sabia que a lembrança duraria para sempre (Um amor para recordar)


No filme baseado na história de Nicolas, não puderam deixar de utilizar o "tipo beijo de cinema" na interpretação do primeiro beijo. Mas a cena (ver), não deixou de ser linda. ;)

Imagem no espelho - Danielle Steel

Boa tarde leitores!

Já leram o livro Desenganos de Judith Michael? Fiquei de disponibilizar o pdf aqui no Blogger, quando encontrasse, mas não foi possível, infelizmente. Encontrei o livro usado no Submarino pelo valor de 20,00, e ainda estou pensando em uma maneira de digitalizar mais de 500 páginas...

Se acaso vocês não leram a história das gêmeas Sabrina e Stephanie, vos apresento uma história ainda melhor, com as gêmeas idênticas e espelhadas, Olívia e Victoria, criadas por Danielle Steel em "Imagem no espelho". 

Se Steel já era minha escritora preferida, com essa obra cativou ainda mais minha admiração. As personagens Olívia e Victoria possuem uma ligação linda, admirável e muito forte, apesar de terem personalidades distintas. Já adianto que a leitura é envolvente, com pitadas de surpresas, amor, guerra, determinação e envolve tantos outros sentimentos, que torna a história inesquecível.

Digo que vale a pena comprar o livro impresso e ter guardado com carinho para uma segunda leitura.



Fique com a Sinopse do Skoob:

"Dos salões elegantes de Manhattan à França arrasada pela Primeira Guerra, 'Imagem no espelho' passeia com elegância e dramaticidade por uma era romântica, mas cheia de problemas. No início do século XX, duas irmãs, filhas de pai viúvo, têm uma relação muito próxima e misteriosa. Suas personalidades não podiam ser mais diferentes. Olivia, séria e tímida, assume o papel de mãe na família, administrando as propriedades e os relacionamentos entre todos na casa. Já Victoria sonha em mudar o mundo. Abraça o movimento feminista e quer ir para a Europa partida pela guerra. No 21º aniversário das gêmeas, quando o conflito europeu está em seu clímax, um escândalo ameaça a reputação de Victoria. Preocupado, seu pai arranja para ela um casamento de conveniência. A partir daí, o destino das irmãs se separa. Uma vai para os campos de batalha europeus. A outra, fica em casa sonhando com um casamento impossível."


sábado, 9 de agosto de 2014


"Todos têm momentos em que sentem como se estivessem à deriva, abandonados mesmo... Mas não é verdade. Não para quem tem fé."(Para sempre)

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Vamos jogar o jogo do Contente? ;)



"— Adoro pão e leite. Faz parte do jogo, Nancy, entende?
— De que jogo está falando, menina?
— O jogo do contente. Papai me ensinou. Começou com as muletas.
— Muletas?!
— Sim, eu tinha pedido uma boneca de Natal, mas na caixa de donativos da igreja, em vez da boneca, veio uma par de muletas. Papai explicou que eu deveria ficar contente por não precisar usar as muletas.
— Contente por ganhar muletas em vez da boneca? Não entendi nada!
— O jogo consiste em encontrar alegria em qualquer situação, Nancy. Se acontecem coisas ruins, o jogo fica mais divertido. Quer ser minha parceira?" (Pollyanna)


"Quanto mais conheço o mundo, maior é o meu descontentamento por ele; e cada dia confirma a minha crença na inconsistência de todos os caracteres humanos e na pouca confiança susceptível de ser depositada na aparência quer do mérito como do bom senso.

terça-feira, 5 de agosto de 2014



"Em vão tenho lutado comigo mesmo; nada consegui. Meus sentimentos não podem ser reprimidos e preciso que me permita dizer-lhe que eu a admiro e amo ardentemente."